Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
30 de Março de 2012 às 01:00

Este importantíssimo evento, à semelhança de outros anteriores, procura congregar num amplo espaço de discussão e de reflexão conjunta todos aqueles que, pela via profissional ou pela via académica, estão ligados à investigação criminal, à criminalística, às ciências forenses e outras áreas do saber, adjacentes.

Muitos continuarão a perguntar: não devia ser a Polícia Judiciária – enquanto ‘casa’ da investigação criminal – a organizar e a liderar este tipo de iniciativas?

É evidente que sim. A Direcção Nacional da Polícia Judiciária deveria ter vontade, sabedoria e sensibilidade estratégica para o fazer. Mas não tem tido!

Avessa ao diálogo e temerosa de críticas, prefere resguardar-se no ramerrame dos dias tranquilos. Adiando o presente e o futuro da Instituição. Esperando, apenas e só, que o tempo passe sem sobressaltos nem contrariedades de ordem pessoal.

Em boa hora a ASFIC se substitui, uma vez mais, à PJ, prestando-lhe um honroso e prestigiante serviço.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)