Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
6 de Junho de 2010 às 00:30

O abalo das relações com a Turquia – único grande aliado israelita no Médio Oriente – e as dúvidas de Obama sobre o uso desproporcionado de força ameaçam o reinício das negociações de paz e reforçam a percepção de que a estratégia de confrontação de Israel, a prazo, pode conduzir o país ao abismo. Basta que se alterem as relações de forças no Médio Oriente e perca o apoio dos EUA, para quem tende a ser mais parte do problema do que da solução para as questões do Médio Oriente.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)