Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
15 de Dezembro de 2009 às 00:30

Existe a convicção ilusória de que a regionalização salpicaria Portugal de líderes regionais de trato e atitudes políticas semelhantes às do líder madeirense. A realidade prova o contrário.

Jardim – já o tenho dito – é um produto genuíno do centralismo em que vivemos. Num ambiente descentralizado, em que as várias parcelas do País desfrutassem de um desenvolvimento homogéneo e equitativo, Jardim não imporia a sua retórica de chantagem. O acordo Sócrates-Jardim demonstra-o: ao mesmo tempo que se insultavam diante dos jornalistas, Governo e deputados madeirenses negociavam nos bastidores.E ambos ficaram a ganhar.A perder, só o País.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)