Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
29 de Setembro de 2006 às 00:00
A Ópera de Berlim montou a peça de Mozart, ‘Idomeneo’, e o encenador pensava decapitar em palco Buda, Cristo e Maomé. Isto é, pensava há muito tempo, quando se pensava. Agora, não se pensa, agacha-se. Decidiu-se cancelar ‘Idomeneo’, não fosse um terrorista islâmico tecê-las (eles fazem isso com uma barra de dinamite).
Os prudentes aplaudiram; a gente decente irritou-se pela cobardia. Acontece que li alguém (João Miranda, no blogue Blasfémias) além de ser decente, ser inteligente. Propôs que ‘Idomeneo’ fosse em frente, mas só com as decapitações de Buda e Cristo. As pessoas viam, gostavam da ópera ou assobiavam-na – como a gente civilizada faz às óperas. E só. E a diferença explodia...
Ver comentários