Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
17 de Março de 2009 às 00:30

 A oito jornadas do fim da Liga, Quique já não deve ir a tempo de aprender que Yebda só atrapalha Katsouranis; que Reyes e Di María são mais miúdos de futebol de rua do que futebolistas de equipa (Ruben Amorim, o mais evoluído tacticamente, faz muita falta); que Aimar vive num mundo dele, afastado de toda a gente. Num cenário assim, é o cúmulo da injustiça dizer que a culpa é de Cardozo. O Vitória de Guimarães limitou-se a ser uma equipa organizada e tranquila. E ganhou na Luz, sem grande esforço.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)