Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
6 de Março de 2007 às 00:00
Liedson é, sem margem para dúvidas, um dos elementos mais válidos na equipa do Sporting. Mesmo quando não traduz em golos o seu trabalho, consegue colocar a cabeça em água aos defesas adversários. Tem uma qualidade inegável, é irreverente e batalhador.
O ímpeto e a entrega que revela em campo em todos os jogos não podem nunca justificar o ‘coice’ dado a Rossato em Leira. Liedson, que até tem sido determinante com os seus golos para manter o Sporting na luta pelo título, deu desta feita um ‘coice’ que poderá ter arredado a sua equipa definitivamente dos duelos com FC Porto (a nove pontos) e Benfica (cinco pontos).
As consequências do gesto irreflectido não terminaram apenas com a expulsão aos 21 minutos do jogo de Leiria. É que o ‘levezinho’ arrisca dois jogos de suspensão pela agressão, falhando os embates com o Estrela da Amadora e FC Porto.
As carências de finalização da equipa de Paulo Bento são evidentes e sem Liedson os leões perdem poder de fogo. Aliás, a chama está cada vez mais apagada, com os cinco empates nos derradeiros seis jogos a contarem para a Liga. Em 2007, o Sporting, nos jogos fora, só empatou...
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)