Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
20 de Maio de 2012 às 01:00

Ver telejornais nos tempos que correm pode ser, como aqui já se referiu várias vezes, uma actividade masoquista de primeiro grau. As boas notícias e o bom senso parecem ter seguido o conselho do senhor primeiro-ministro: emigraram.

Não se percebe é para onde. Eis o resumo do País acabado de extrair de um telejornal qualquer do final desta semana: o Ministério Público acaba de acusar a atriz Sónia Brasão pela emissão de gases (tóxicos) e Duarte Lima acaba de ir para casa com uma pulseira nova. Há ainda o «coiso» do ministro Álvaro e o outro coiso do ministro Relvas.

As coisas andam beras, enfim. A Europa, a nossa Europa, essa, está com a consistência de um pudim Molotov. Socorro! Os tempos estão é para os produtores de fluoxetina, em genérico, claro, que é mais barato. Todo o mal, telejornal, todo o mal.

Coluna segundo as regras do Acordo Ortográfico

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)