Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
23 de Abril de 2013 às 01:00

A vitória do Benfica foi ‘limpinha’ como afirmou Jorge Jesus?

Limpa, limpinha, limpíssima! Limpo mais limpo não há. A vitória não merece dúvida, nem contestação. Já cá faltava que, em redor de uns ditos casos, se procurasse tirar mérito ao Benfica. Mas os golos falam por si, com Gaitán na raiz: um, muito bom, do Salvio; outro, fora de série, do Lima. Embrulha! - José Ribeiro e Castro

Limpinhos foram também os três penáltis não assinalados pelo árbitro e um segundo cartão amarelo para o habitual Maxi Pereira. Nada disto tira limpeza àqueles dois bons golos, o de Salvio e o de Lima – e àquela jogada irrepetível que culminou no segundo golo. Limpeza é ver as duas coisas. - Francisco José Viegas

Não. A vitória do Benfica fica maculada pelo atropelamento sistemático à verdade do jogo, perpetrada por uma arbitragem incompetente, cujos episódios, vários e suculentos, foram presenciados, com estupefação, por milhões de pessoas. Negar o óbvio não altera a realidade. E o óbvio impõe-se. - Rogério Alves

O Sporting perdeu por culpa do árbitro?

O Sporting, diga-se, fez um muito bom jogo e equilibrou a partida em muitos momentos. Mas o Benfica foi superior. A sua maior experiência ditou a sorte do desafio, sobretudo nos lances dos dois golos fabulosos. Onde teve o Sporting lances assim? Para a frustração, os árbitros têm costas largas... - José Ribeiro e Castro

O Sporting perdeu por causa de dois bons golos do Benfica e porque Wolfs-winkel não marcou quando podia ter marcado. O que se pode dizer, sim, é que o jogo podia ter sido outro se o árbitro tivesse assinalado aquelas penalidades. E não assinalou. Portanto, temos de tirar conclusões disto. - Francisco José Viegas

A pergunta tem rasteira. Ninguém pode afirmar o que teria acontecido se a lei do jogo não tivesse levado mais pontapés do que a bola. A história, porém, teria sido outra e poderia ser bem diferente. O prejudicado é o do costume. Não vale a pena ficcionar, perante uma realidade tão amarga. - Rogério Alves

João Capela tem grande futuro como disse Pinto da Costa?

Eu estava preocupado com o estado de saúde de Pinto da Costa, que andava calado há muito tempo. Até receei que pudesse estar afónico, fruto de alguma daquelas gripes fora de época que andaram por aí. Ontem, quebrou o silêncio. Foi pena. Perdeu uma excelente ocasião para continuar calado.- José Ribeiro e Castro

Com certeza, se acreditarmos – erradamente, como o Padre Américo – que não há rapazes maus. Infelizmente, tudo está preparado (na imprensa e no "sistema") para branquear a sua atuação, que prejudicou escandalosamente o Sporting e beneficiou largamente o Benfica. É um futuro e tanto, está visto. - Francisco José Viegas

Face à ciência oculta que rege estas matérias, nomeações, progressões, castigos e internacionalizações, esperemos para ver. Como sportinguista, preocupa-me, fundamentalmente, que possamos continuar a ser desrespeitados desta forma recorrente. Este o fenómeno que o mau epifenómeno recorda. - Rogério Alves

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)