Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
10 de Setembro de 2011 às 00:30

Neste quadro societário, é exigível que todos aqueles que têm papel activo na área da Justiça exerçam as respectivas funções com rigor, qualidade e grande respeito recíproco. Será, assim, desejável que os decisores políticos actuem com muita ponderação nas reformas que pretendem implementar, designadamente nas que respeitam ao novo Mapa Judiciário, Código das Custas e insolvências (raramente a pressa é boa conselheira) e que dêem sinais inequívocos de confiança naqueles que trabalham nesta área. Indispensável será também a cooperação institucional entre os diversos profissionais do foro, numa relação despida de picardias e grosserias, as quais nenhuma mais-valia trazem à Justiça, antes contribuem para o seu descrédito. É um trabalho difícil, de todos, para todos, mas possível.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)