Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

Mais uma sobretaxa

Nos países de cultura anglo-saxónica, há uma frase muito citada que diz: neste mundo, nada é mais certo do que a morte e os impostos.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 7 de Julho de 2012 às 01:00

No Portugal latino, a pressão fiscal transformou-se na maior certeza. Os juízes do Tribunal Constitucional, que também tinham os seus subsídios cortados, vetaram a eliminação dos dois salários, permitindo contudo a sua suspensão em 2012.

A despesa pública vai subir. Os privados, mesmo os que nunca recebem subsídios extras, vão pagar uma sobretaxa de IRS. Só falta saber o valor: 7,1% se for um salário para o Estado ou 14,2% se nos tirarem dois meses. A aparente igualdade vai traduzir-se num desastre económico. É a era do confisco.

Correio Directo Armando Pereira mais uma sobretaxa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)