Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Magalhães e Silva

Marketing

Sócrates e a equipa que o aconselhava foram mestres em marketing, até ao penúltimo momento, quando não perceberam que uma governação desastrada não podia ser defendida com os slogans de sempre. Por tudo, continuam, e bem, a ser censurados.<br/><br/>

Magalhães e Silva 17 de Julho de 2011 às 00:30

Vem isto a propósito da conferência de imprensa do ministro das Finanças, quinta-feira passada.

Tudo quanto é media babou-se de admiração pela pontualidade: início às 18h em ponto, perguntas às 18h30, a terminarem às 19h30.

É marketing do melhor. Mas a pontualidade é má? Cristo! Má é a pontualidade para não dizer... nada.

Poupar vai ter de ser a regra. No ar condicionado? Claro. Vivemos séculos sem ar condicionado e cá estamos.

Acontece é que a função pública não tem qualquer código de vestuário; e a gravata de há muito foi banida das repartições públicas.

É, por isso, que a ministra da Agricultura e etc. podia ter evitado o ridículo de propagandear o fecho do ar condicionado, no seu ministério, com um despacho a dispensar o uso de gravata...

Poupar é mau? Cristo! O marketing vazio ou ridículo é que sim.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)