Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
19 de Julho de 2007 às 00:00
Impulsionado pelo Estado Novo, o mito dos ‘brandos costumes’, da aversão ao sangue, da pacatez da nossa índole, já conheceu melhores dias. E a metáfora taurina pode estar à beira da caducidade. O mês de Julho trouxe para as primeiras páginas dos jornais e para os noticiários televisivos uma série de crimes violentos, cuja premeditação e execução abalam a tranquilizadora ideia que fazemos do País. “Isto nem parece coisa nossa”, já ouvi dizer. Mas é. A iberização está em marcha, como advoga José Saramago? Em Portugal só não matamos o touro. Eis um conceito novo de nós próprios.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)