Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
10 de Junho de 2009 às 00:30

SIM

Enviar militares para missões perigosas será sempre difícil para qualquer Governo. Mas ficar à espera que outros dêem o passo em frente é ignorar que a defesa do modo de vida ocidental depende da contenção de forças radicais nesse e noutros pontos do Mundo.

Leonardo Ralha, Editor de Cultura & Multimédia

NÃO

Com tantos problemas que o País tem, confrontado com uma crise de consequências (ainda) imprevisíveis, há opções que custa entender. Num cenário severo e distante, para quê sacrificar os nossos soldados numa guerra de contornos indefinidos e sem fim à vista?

Paulo João Santos,  Editor de fecho

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)