Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
23 de Setembro de 2002 às 01:29
SIM

No ensino básico, nomeadamente ao nível do 1.º ciclo, a escola precisa de encontrar outros mecanismos que cativem a atenção das crianças, indo ao encontro do seu mundo, feito de sonhos e fantasia. Como? Abrindo áreas no campo do desporto e das artes onde os miúdos dêem largas à sua imaginação e criatividade. No ensino secundário é fundamental alterar os currículos por forma a que os jovens não sintam que muito do que aprendem de pouco ou nada lhes serve.

Paulo João Santos
Editor Sociedade

NÃO

Aprender exige esforço e trabalho. O problema deste País é que no ensino têm sido adaptadas muitas modas pedagógicas que apostam no facilitismo. E não é por acaso que os nossos resultados escolares, especialmente nas áreas da matemática, são desastrosos. O que Portugal precisa para ser um País mais competitivo é de formar pessoas mais qualificadas e mais exigentes e essa exigência tem de começar pelo sistema escolar, que deve, ele próprio, procurar a excelência.

Armando Esteves Pereira
Editor Executivo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)