Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
12 de Abril de 2003 às 01:59
SIM
Não se admite que um património que é de todos, seja utilizado como arma de arremesso numa luta sindical que dura há 13 anos. Durante mais de uma década, os trabalhadores dos museus não conseguiram fazer vingar os seus direitos e impediram que milhares de cidadãos nacionais e estrangeiros pudessem apreciar as riquezas do nosso património. É evidente que a forma de luta que escolheram não resultou. Haja a coragem para devolver os museus aos visitantes.
Miguel Alexandre Ganhão - Editor de Economia
NÃO
A contratação de substitutos para fazer face à greve não só não resolve o problema como levanta questões do foro legal. A ser adoptada, a medida não passaria de um paliativo. No caso concreto da greve dos funcionários dos museus, a indignação releva do facto desta ser sempre convocada para a quadra pascal, como se não houvessem outros períodos tão ou mais adequados. Ao fazerem-no nesta altura (por 12 vezes nos últimos 13 anos), os funcionários só desvirtuam a importância do direito à greve.
Luís Figueiredo Silva - Subeditor de Cultura & Espectáculos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)