Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo Rodrigues

Não desviar atenções

O MAI garantiu que vai alterar a lei para obrigar os clubes a requisitar policiamento nos jogos de futebol. A decisão vem ao encontro da nossa expectativa e repõe a segurança. É estranho que após os acontecimentos em Guimarães, o responsável do clube culpe a polícia pelo sucedido.

Paulo Rodrigues 2 de Março de 2013 às 01:00

O dirigente menosprezou a segurança dos adeptos quando decidiu, pela 2ª vez, não requisitar policiamento, e, numa tentativa de esconder a irresponsabilidade, atira as culpas para os polícias, com especulações infundadas. É evidente que a PSP não pode, em prejuízo da segurança pública e do erário público, realizar policiamentos gratuitamente. Exigimos que a alteração à lei garanta que aos polícias sejam aplicadas as tabelas de remunerados em vigor, inclusive aos profissionais que estão afetos à UEP. Infelizmente, a Polícia tem servido como bode expiatório para explicar o inexplicável. Esperemos que hoje, na manifestação onde se combatem as políticas do governo e onde muitos polícias estarão porque se identificam com a luta, não tentem utilizar o trabalho da polícia para desviar as atenções do significado desta ação.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)