Não ofende ninguém

Não ofende ninguém

O registo que o encenador José Carretas imprimiu ao seu espectáculo é de tal forma farsesco que ninguém se sentirá ofendido com o retrato que ali se faz da figura de Oliveira Salazar.
  • 0
  • 0
25.04.07
  • partilhe
  • 0
  • 0
Até porque não nos ocorre pensar que Salazar fosse assim (cómico) e representá-lo dessa forma deve ser considerado como simples exercício de liberdade poética.
Num cenário belíssimo (Carretas) – uma mercearia antiga, toda de madeira, cheia de prateleiras, armários e gavetas, por onde aparecem os mais diversos adereços cénicos e espreitam os pides – funciona um elenco de onde se destacam alguns intérpretes.
No protagonista, Francisco Brás procurou a sobriedade, e estão mais à-vontade no registo de comédia os actores Miguel Telmo, Cândido Ferreira e o espanhol Candido Gomez.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)