Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
7 de Julho de 2012 às 01:00

Mantêm intactas as qualidades que lhes permitem tornear elementos que, em teoria, jogariam em seu desfavor: desde logo a língua (o islandês), espessa e impenetrável; depois, um sinfonismo que, aqui e ali, se aproxima do detestável novo-riquismo; as longas sequências - neste álbum entre os cinco e os oito minutos - que fogem aos padrões pop.

Dito isto, ‘Valtari', o novo disco dos Sigur Rós, apesar de subir a electrónica, mantém imaculado o mapa de neblinas e cristais já antes traçado. Encantatório. E único, ainda hoje.

Para quem só pode escolher um dia do festival, é hoje mesmo: Peter Gabriel enfeitiça no Super Bock Super Rock. A voz que muda tudo.

Modelo fotográfico de família artística, a californiana Hannah Cohen ganha ‘Child Bride' pela intimidade. Porcelana.

joão gobern obstinado cantável
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)