Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
29 de Maio de 2006 às 00:00
SIM
Os jogadores têm de interiorizar que a sua chamada à Selecção significa a elevação a um estatuto de ícone nacional. Eles devem ser um exemplo dentro e fora do campo, mesmo quando estão de folga. Um País inteiro observa os comportamentos e as atitudes dos seus ídolos e a resposta deve ser exemplar. Quem não consegue suportar a pressão, não deve aceitar o desafio de representar Portugal.
Miguel Alexandre Ganhão, Editor de Economia
NÃO
Faltam ainda 13 dias para Portugal se estrear no Mundial, tempo mais do que suficiente para que Simão e Miguel reponham as energias gastas a dançar, até de madrugada, o que não é nenhum crime. Além do mais estavam a gozar folga, devidamente autorizados pelo seleccionador. Se a noitada fosse no âmbito do estágio, tudo seria diferente. Mas assim não deve haver lugar a castigo.
Pedro Sequeira, Editor de Desporto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)