Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
17 de Julho de 2006 às 00:00
Mas eu compro um jornal porquê? Para ler, como ontem, no CM: “Cartomante sufocada até à morte.” Cartomante vem logo na primeira página do Tomo III do Grande Dicionário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado. Até o linguista percebeu a importância de quem deita cartas para adivinhar.
Sexta-feira, entre as 11h00 e as 11h15, D. Ermelinda, 54 anos, deixou entrar para o seu escritório quem lhe quis mal. Ela deve ter dito para o quase assassino: “Quer que lhe deite cartas?” Ele, deitando fora o quase, deve ter dito: “Nem pensar!” Vou pedir uma coisa ao meu jornal: continue.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)