Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
17 de Março de 2009 às 03:30

O número, em democracia, é um óptimo argumento: o de votos, por exemplo. Duzentos mil a marchar contra o Governo também é um argumento poderoso. Quem não o perceber arrisca-se a perder as eleições – em números.

Sócrates queixa-se muito. De que o perseguem. De que é incomodado com o ‘bota-abaixismo’. Há dias, alguns deputados do PS – pasme-se! – não foram suficientemente lestos a dizerem ‘sim’ a todas as receitas do líder. Este, claro, enfadou-se.

Sócrates não gosta que não gostem dele – e a sua actual governação resume-se a isto. Agora que abafou o PS gostaria de se confundir com o País.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)