Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

O avião de Sócrates

Um amigo meu tem por hábito viajar sozinho de avião. Sempre sozinho e sempre em silêncio meditativo. Diz ele que, viajando sozinho, não há distracções. E ele precisa de concentração absoluta e positiva no voo. ‘Se eu me desconcentro’, garante-me, ‘sinto que existem sérias hipóteses do avião cair a qualquer altura.’

João Pereira Coutinho 27 de Junho de 2010 às 00:30

Nunca critiquei esta curiosa bizarria: quem não tem as suas, que atire a primeira pedra. Só estranho que este tipo de pensamento mágico seja partilhado por um primeiro-ministro. O país vive uma situação económica difícil, a exigir trabalho e, sobretudo, realismo? Sócrates, presente no Parlamento, recusa-se ao ‘negativismo’ e ao ‘catastrofismo’ – preferindo os mantras do ‘optimismo’ e da ‘confiança’.

É por isso que o nosso primeiro-ministro se sente tão só a ‘puxar pelo país’. Ele, à semelhança do meu amigo que passa as viagens a puxar pelo avião, deve sentar-se todos os dias no seu gabinete em S. Bento, em silêncio e com os olhos fechados, a ocupar a cabeça só com coisas bonitas. E quem sabe? Talvez esta seja mesmo a estratégia correcta para combater a crise.

Ver comentários