Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
5 de Junho de 2013 às 01:00

Depois de ter enfiado no bolso o edil António Costa e a frenética oposição interna no último congresso, o líder do PS assume a pose de primeiro-ministro ao convidar parceiros sociais e dirigentes partidários para reuniões de "alto nível".

O encontro de terça--feira com Paulo Portas é significativo. Como é o facto de Francisco Pinto Balsemão ter convidado este ano Seguro e Portas para Bilderberg. Balsemão não dá ponto sem nó e costuma levar à conferência quem está próximo de chegar ao poder, ou já lá está instalado.

Perante o radicalismo dos que se limitam a repetir que querem lixar a troika, o líder do PS antecipou algumas propostas concretas que têm feito o seu caminho, em Portugal e na União Europeia. Devagar, vai longe.

Como já se percebeu, Seguro prefere ir ao Clube Bilderberg com Balsemão do que ao (des)encontro das esquerdas com Mário Soares. O que só demonstra bom senso.

clube antónio josé seguro bilderberg francisco pinto balsemão troika paulo portas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)