Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
24 de Junho de 2010 às 00:30

Este declínio das selecções nacionais europeias é fácil de explicar. Sobretudo Inglaterra, Itália, Espanha – e por enquanto ainda se não elenca Portugal – importam cada vez mais jogadores de outros continentes, nomeadamente da América do Sul. Essa imigração futebolística engrandece o espectáculo oferecido pelas respectivas ligas, mas resulta no enfraquecimento mundial do futebol europeu.

A França representava o exemplo contrário. A equipa gaulesa integrava um conjunto de filhos de emigrantes como Pires, Trezeguet, Thuran, Henry, num conjunto francês vencedor. Assistimos na África do Sul ao fim desse ‘ciclo Zidane’ no futebol europeu? Portugal tem a palavra.

Ver comentários