Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
14 de Dezembro de 2011 às 01:00

 

Como noutro famoso vídeo, o ‘Thriller’ de Michael Jackson, reapareceram desde logo os mortos--vivos políticos que pululam um pouco por todo o lado, do parlamento ao Facebook, como intérpretes autênticos do pensamento do auto-exilado parisiense. Continuam a proteger Sócrates como nunca estiveram até agora dispostos a defender o seu sucessor.

Quando saiu da direcção do PSD, em 2005, Santana Lopes disse que "ia andar por aí". Sócrates não o imitou na altura da queda em 2011, mas não precisa, porque comanda à distância um pequeno exército disposto a fazer o serviço por ele. O líder do PS vai continuar inseguro enquanto não se libertar do fantasma de José Sócrates.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)