Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Fernanda Cachão

O forno e o cravo

Ontem foi o dia desta má notícia: em Julho, os portugueses compraram menos. Os dados divulgados pelo Banco de Portugal comprovam a austeridade e anteci-pam o que está por vir. É o oitavo mês consecutivo de queda no consumo privado – como não se via desde 1978. É até maior do que quando por cá tivemos o FMI em 1984.

Fernanda Cachão 23 de Agosto de 2011 às 00:30

Os transportes públicos já subiram. Seguir-se--ão, em Outubro, a electricidade e o gás. Vamos ter cortes no abono familiar, no apoio social, no subsídio de desemprego, na saúde. No Natal, quem ganha acima do salário mínimo ficará sem metade do subsídio. Prevê-se menos prendas no sapatinho de 2011 em diante – um abrandamento da actividade económica e das expectativas de empresas e consumidores.

Manuel Frias é um português como nós. No domingo, ele entrou num forno aquecido, durante dois dias e duas noites, a 300 graus. Para a ocasião, vestiu um fato de burel – "pois, o que guarda do frio, guarda do calor" – e depositou uma broa de 70 kg, para cumprir a tradição da romaria Milagre d’Urgueira, em Macieira de Alcoba, Águeda. Levava na boca um cravo. Manuel entrou e saiu de saúde. Não se sabe como ficou o cravo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)