Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
13 de Janeiro de 2006 às 00:00
Talvez por isso Manuel Alegre tenha aparecido ao lado de uma lareira. Relembrando que temos “uma pátria antiga”, algo que, convenhamos, todos sabemos. Os portugueses, de resto, interrogam-se agora é sobre o futuro.
Foi isso que tentou motivar a mandatária para a juventude de Garcia Pereira, Ana Montalvo. Tem boa presença televisiva. Poderia ser uma excelsa actriz. Mesmo quando diz que não há democracia na Comunicação Social, até parece que estamos perante uma estimulante actriz de futuro. Promete muito. Mário Soares, por seu lado, prometeu “respeito por todos” (e não se esqueceu das “minorias”) e até teve Júlio Isidro a apoiá-lo. Febres de quinta à noite, pois claro.
Jerónimo de Sousa lá continua a tentar cativar pessoas para a megafeijoada, perdão, para o megacomício. Mas a sua figura continua a ser das mais interessantes em termos de campanha televisiva. Tem fibra. Cavaco Silva teve o seu momento para ser açoitado em praça pública, o que é um hábito.
E Francisco Louça lá voltou a mostrar as suas fotografias de quando era um jovem de elevado potencial. Ficámos esclarecidos. Com pouco tempo para cada candidatura cada tempo de antena parece um eucalipto: seca qualquer espectador.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)