Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
13 de Setembro de 2006 às 00:00
Esta segue o seu destino e as passadas, o delas – e ambos vão para o mesmo lado. Há um momento em que vão encontrar-se e esse não deve tardar, porque a entrada da área é lugar demasiado habitado. Então, encontram-se, no seu primeiro encontro.
Não é amoroso, desses dengosos, pedindo tempo, não. A passada marca como deve ser o momento: seco e violento. A bola, que manifestamente gosta de ser batida, bem batida, parte, feliz. Eu podia só ter dito: golo de Marco Caneira. Mas mentia, porque foi mais do que isso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)