Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
7 de Setembro de 2004 às 00:00
Mas é importante ir além disso e perceber como o futuro da língua portuguesa, principal património pátrio, mora hoje do outro lado do Atlântico. E com ela também muito do protagonismo que Portugal pode ter no planeta.
Oito de cada dez dos 220 milhões que hoje falam português no mundo vive no Brasil. Quer em população quer em extensão territorial, o Brasil está em quinto entre os maiores do Mundo. É um país imenso, onde emigrantes, oriundos de todos os cantos da Terra, trabalham e convivem em português, Portugal, 84 vezes mais pequeno e 18 vezes menos populoso, não pode ser indiferente nem sobranceiro. Deve perceber as vantagens de ter um grande irmão. Não se pode limitar a dar nacionalidade portuguesa a alguns futebolistas para reforçar a selecção ou a chamar vedetas para fazer publicidade.
Através do primeiro-ministro, Portugal está presente nas comemorações do Brasil. É decisivo que o gesto seja ampliado politicamente. Que olhemos com mais atenção as dezenas de milhares de brasileiros apostados em conquistar vida melhor no nosso rincão europeu. E que tenhamos mais iniciativa. O português pode ser uma alavanca extraordinária.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)