Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Eduardo Dâmaso

O legado da troika

O trio de senhores do FMI e da Europa que veio cá endireitar as contas do País não nos deixou apenas um legado de medidas dolorosas.

Eduardo Dâmaso(eduardodamaso@sabado.cofina.pt) 9 de Junho de 2011 às 00:30

Os prazos apertadíssimos que nos deixam, sobretudo estes, mostram agora o lado caricato do nosso formalismo. Temos leis e prazos que impõem uma lógica de fazer as coisas apenas compatível com espíritos dados à complexidade, que não é o caso, ou seduzidos pela burocracia, que obviamente alarga a margem para a doce preguiça, mais à nossa medida. Não ser possível empossar um governo poucos dias depois das eleições só porque há um ir-e-vir de ofícios, contas, apuramentos, certificações e homologações dos votos da emigração é impensável. E é, também, um verdadeiro tratado sobre a nossa incapacidade.

Ver comentários