Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
14 de Fevereiro de 2012 às 01:00

Porque foi, até ao momento, a única equipa a conseguir derrotar o Benfica em competições domésticas (e isso custou às águias a saída da Taça de Portugal); porque ganhou pela segunda vez ao Sporting (e isso custou aos leões a saída do treinador). Mas para que se faça justiça, há que dizer que este Marítimo é bem mais do que ‘isto’.

O treinador Pedro Martins gere com intuição e habilidade um naipe de jogadores que, colectivamente, valem bem mais do que a soma das partes, um processo do qual os jogadores beneficiam. A isto se chama mérito. E é disto que se fala quando se fala de uma equipa.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)