Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
23 de Fevereiro de 2005 às 13:00
O director-geral da fiscalização alimentar recusou dizer a marca do molho inglês afectado, alegando que a informação já estava em segredo de Justiça.
A desculpa é uma vergonha – bastava a revelação ter precedido o envio do processo. Como fez o Reino Unido. Assim, todos foram prejudicados: consumidores – na dúvida não compram molho inglês; e marcas – as inocentes terão quebra de vendas. O molho pode continuar incógnito, mas a nódoa está identificada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)