Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
17 de Fevereiro de 2012 às 01:00

Não sei se estava a brincar mesmo, se acredita naquilo que disse ou se quer apenas que acreditemos. Seja o que for, não é para ser levado a sério. É o corolário de um mandato cheio de casos que põem em questão a sua isenção e capacidade. Pinto Monteiro faz tábua rasa de tudo isso: "Nunca recebi nenhum telefonema de um político a fazer pressão sobre alguma coisa."

No mundo fantástico do PGR, quem desestabiliza a sua justiça é o próprio Ministério Público, onde não conseguiu "arrumar a casa". De facto, tentou arrumar com uns procuradores, mas o Conselho Superior do Ministério Público opôs-se. Para ele, é um órgão corporativo que nunca o aceitou por ser juiz... Dos 18 elementos, 11 são procuradores, os outros são políticos, os tais que não lhe fazem pressões, muito mais recomendáveis na justiça de Pinto Monteiro, tal como José Sócrates: "Não havia nada que juridicamente incriminasse o antigo primeiro-ministro" no Freeport.

É, na toca do coelho não há documentos e ligações comprometedoras, não há investigações por fazer nem 27 (ou mais ) perguntas sem resposta. Mas há escutas entre Sócrates e Vara que só "davam para rir" (e de que ri ele?). Todos os indícios de atentado contra o Estado de Direito, fundamentados por dois procuradores e corroborados por um juiz de Instrução, não valem nada para o PGR (serão tontos os magistrados do processo Face Oculta?) e, assim, não abriu inquérito como devia, porque só o faz quando há indícios "minimamente fundamentados".

Tal como nada fez quanto às PPP, ruinosas para o Estado como mostra o Tribunal de Contas e o seu ex-juiz Carlos Moreno. "Não chegaram à PGR elementos." Pelos vistos, nem a realidade lá chega! A justiça fantástica de Pinto Monteiro até inventa decisões do Tribunal Constitucional sobre as escutas que "davam para rir". Dava-lhe jeito... São um mistério as virtudes que Cavaco Silva lhe encontra para o segurar até Outubro. Eu cá aproveitava a lei da mobilidade e mandava-o para a sua Beira (ou beira). Ele diz-se tão só!

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)