Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
4 de Julho de 2004 às 00:00
Eis-nos, finalmente, chegados ao grande dia da festa maior do Euro’2004, e numa situação com a qual uma grande fatia do País não contava. Mas a verdade é que foi possível construir, jogo a jogo, e mercê da entrega de um grupo notável e com forte envolvimento de quase todos os portugueses, o sonho de chegar a este momento sublime com o título ali a um pequeno passo.
É pena, mas a verdade é que nem todos os portugueses sentem as delícias que já se gozam um pouco por todo o lado. Como na política, também o desporto tem os seus “bloquistas”, isto é, aqueles que estão sempre disponíveis para dizer mal de tudo e de todos, seja em que circunstâncias for. Felizmente, e não obstante esse constante matraquear dos profissionais da maledicência, a nau vem, imponente, derrotando todas as vagas, esperando--se agora que chegue a bom porto para a grande aclamação de logo à noite.
Ganhar à Grécia é, hoje, o que se pede à Selecção sentindo, quase pela primeira vez, que isso está ao nosso alcance. “À primeira quem quer cai; à segunda cai quem quer”, proclama o povo quando desconfia que pode haver “gato escondido com rabo de fora”. Tomando precauções e munindo-se de todas as cautelas, a Selecção lusa reúne suficientes condições para chegar ao título.
A lição do jogo de abertura não pode ser menosprezada, pelo que devem ser aproveitadas as condições que agora não são as mesmas. Mas, independentemente, do que vier a acontecer, o Euro’2004 é já uma vitória de Portugal. Estamos perante o campeonato da alegria e da excelente organização que a própria UEFA reconheceu e festejou. Importante será se, depois de tudo isto, formos capazes de resistir à tentação de voltar ao “antigamente”, às discussões mesquinhas, às guerras de trazer por casa, aos conflitos entre os candidatos a barões. Já que não nos podemos livrar dos “bloquistas”, pelo menos que os deixemos a falar sozinhos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)