Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Anjos

O predador do jardim

O que terá levado Mário Titeva a abusar de um menino de oito anos na casa de banho de um jardim de Lisboa, cheio de gente, sendo que o menor estava acompanhado da mãe?

Carlos Anjos 10 de Agosto de 2012 às 01:00

Apenas encontro uma resposta: o facto de estarmos perante um predador sexual compulsivo, que não consegue controlar os seus instintos sexuais. Tudo aponta para que estejamos perante um indivíduo com comportamentos anti-sociais e, por isso, incapaz de viver em sociedade.

Tudo aponta para que também tenha já abusado sexualmente tanto do enteado de seis anos, como da enteada com oito, agredindo ainda a sua companheira. Se a tudo isto juntarmos o facto de ele ser eventualmente portador de uma doença infeto-contagiosa, e de poder ter contaminado as suas vítimas, a situação é de um dramatismo brutal. Este indivíduo com o seu comportamento provocou danos dificilmente superáveis às suas vítimas. Será que ele precisa de ajuda? Certamente que sim. Mas desculpem-me a frontalidade. Preocupemo-nos primeiro com as suas vítimas, porque elas mere-cem muito mais a nossa preocupação e a nossa compaixão.

Ver comentários