Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
12 de Fevereiro de 2008 às 00:30
Livrem-nos, pois, dos ‘desígnios nacionais’ que já tivemos de suportar, e pagar, por ocasião do Euro’2004. A Federação Portuguesa de Futebol veio logo a terreiro afirmar que não desiste do projecto que haveria de ocupar a nação pela próxima década. Era bom que desistisse.
E melhor seria que a FPF canalizasse as suas competências para fazer julgar pela justiça desportiva todos os casos de corrupção que, diligentemente, o Ministério Público lhe tem feito chegar. E, melhor ainda, que não fosse preciso esperar até 2018.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)