Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
16 de Abril de 2006 às 00:00
Ora a realidade é complexa. A Igreja herdada de João Paulo II já não é a comunidade silenciosa, perseguida e minoritária de outrora. Ganhou pujança e autoridade moral no Leste e no Sul, até no Oriente, mas a grave crise ocidental (de vocações e convicções) continua. O cardeal alemão, filho de bávaros, “humilde, humano e humorado” (como dizia um próximo), que ocupa fisicamente a cadeira de Pedro, faz 79 anos neste Domingo de Páscoa. Tal como João XXIII, pode desmentir, no quotidiano, a tese do “Papa interino”, demasiado idoso para deixar marca. Em Maio vai à Polónia, e logo se verá se chega ao coração das massas, como conseguiu entrar no intelecto dos indivíduos.
Mostrando que, ao arrepio do sugerido por círculos esotéricos duvidosos, “Roma” não é o contrário de “Amor”, a primeira encíclica de Joseph Ratzinger (saudada até por críticos habituais como Hans Kung) intitulou-se Deus Caritas Est. Aí se explica que a Igreja não é Estado nem ideologia, mas não pode desistir de lutar pela justiça. E ali se lembra que, antes de mais, e para além da distinção letrada entre Agape, Eros e Phila, só o amor – verdadeiro e desinteressado – permite a vida digna da Humanidade.
“PRÓXIMA GUERRA”
Com meios de ex-satélites espiões, o movimento Greenpeace já tem um mapa dos alvos iranianos que serão atacadas na “próxima guerra”. Cita modelos e estatísticas calculados pelos “Médicos para a Paz”, e afirma que morrerão, nos “ataques da NATO” (sic), três milhões de pessoas.
No mundo real, porém, a diplomacia – felizmente – continua. Da China à Rússia, do Japão à UE, da AIEA a Kofi Annan, todos pedem a Teerão que, ao menos, garanta a “civilidade” do seu programa nuclear. A esperança não morreu. Ainda.
- O Tribunal da Cassação desiludirá Berlusconi. E sem a utópica ‘grande coligação’ à alemã, fala-se já, com Prodi, em D’Alema (ou Rutelli) como MNE. Más notícias para Washington? A doutrina divide-se.
- N’Djamena já está a arder? Entre o Chade e o Sudão há um triste e ‘clássico’ compêndio. Regimes clânicos e patrimoniais, cleptocracia, petróleo, divisão entre ‘negros’ e ‘árabes’, ex-poderes coloniais, e os males de África.
- Normam Kember, britânico, corajoso (e idoso) militante pacifista da organização ecuménica CPT, foi libertado no Iraque, numa acção de ‘comando’ dos SAS. Salvo pela espada ‘violenta’, o cordeiro, galantemente, reconheceu-o.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)