Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
24 de Maio de 2009 às 00:00

Chegados ao final de mais uma temporada inglória, parece que não se passou nada, e ’bora lá de novo, repetir os mesmos erros à procura de resultados diferentes. Há que distrair as hostes. Não tenho pachorra para a quantidade de notícias, ou tentativas de notícias, que saem constantemente para a comunicação desportiva sobre o glorioso. A acreditar na imprensa dos últimos anos, já teriam passado pelo clube alguns dos nomes mais importantes do futebol mundial sem pestanejar. A falar, escrever e prometer, tudo é permitido e quase ninguém questiona este estado de coisas, onde se vive numa permanente fantasia. Não pode haver vergonha na cara quando se pergunta ao treinador do Metalist o que acha da hipótese do Benfica marcar 8 golos e assim passar à próxima fase da Taça Uefa.

Para além de corrermos o perigo de cair no ridículo (se bem que a partir do momento em que alguém aprova um 'licor de café Mantorras', desconfio que essa não seja uma preocupação), mais grave ainda será o permanente destabilizar da equipa técnica e balneário com a quantidade de coisas que transpiram cá para fora. Toda a gente tem direito a opinar e falar do que deve e não deve, simplesmente porque pode, e mais do que isso, porque há quem o queira publicar. No fim de uma época onde se pode contar pelos dedos de uma mão os jogos onde a equipa jogou de forma que valha a pena ser recordada, queria tudo menos a habitual pretensa ostentação que acaba por descambar, mais cedo ou mais tarde, na constatação de que o rei afinal vai nu. Agora, mais do que ouvir ou ler, quero ver fazer. E agradecia um tempo de descanso.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)