Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
18 de Janeiro de 2011 às 00:30

Com metade dos pontos perdidos em oito jogos em casa, o técnico perdeu, pela primeira vez, o tom directo e sério com que vinha aceitando críticas e prometendo melhoras, ao tentar reduzir a crise progressiva em dois ou três episódios de incompetência de um árbitro pouco experiente. José Eduardo Bettencourt não se demitiu por causa da derrota com o Paços de Ferreira, mas sim pela sequência inaceitável de resultados negativos acumulados desde o Verão, incluindo uma absurda eliminação da Taça de Portugal. Não foi de Paulo Sérgio a culpa de ser contratado pelo clube, mas é dele a responsabilidade pelo insuficiente jogo da equipa, que conduziu ao divórcio dos adeptos e ao desnorte dos dirigentes, por não conseguir que a equipa ofereça o mínimo sinal de estabilidade competitiva e psicológica.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)