Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
10 de Junho de 2013 às 01:00

Se calhar, Portugal e Chipre também sofreram do mesmo engano. Durante mais de dois anos, esses povos sofreram e muito. Sofreram pelos seus erros passados e pelo erro presente do FMI, e a questão que toda a gente coloca é a de saber como se vai sair dessa situação.

São o FMI, a UE e o BCE a financiar a nova operação que se devia designar por OCE - Operação de Correção do Erro? Ou vão ainda os cidadãos pagar por isso?

Andaram alguns próceres europeus a proclamar nos últimos tempos que cada um se deveria responsabilizar pelos seus erros e pecados! Então e os do FMI e da UE? Quem se responsabiliza por eles?

Não se pede obviamente que ponham uma corda ao pescoço e se apresentem em S. Bento a pedir perdão. Não se pede que vão a Fátima em peregrinação a fim de manifestarem público arrependimento dos seus pecados. Pede-se, sim, que ajudem a repará-los, contribuindo na proporção em que nos prejudicaram.

Só assim o discurso moralista europeu tem consistência e legitimidade.

Mas a questão não fica pelo erro, pelo possível arrependimento e pelo nosso sofrimento. Em quem vamos confiar para o futuro? Nos governos que elegemos, seguramente tal não é suficiente, pois a sua ação depende, e de que maneira, de decisões exteriores.

Nas entidades que se enganaram? E que garantias temos de que não vão repetir a dose? Ainda por cima não os elegemos! Não temos sequer mecanismos políticos para os censurar!

Estamos no meio de um turbilhão em que não se vê quem saiba comandar, quem assuma responsabilidades, e manifeste adequada competência.

A crise já não é só da Europa, dos seus líderes e do modelo económico--financeiro que perfilham! A crise é do sistema capitalista, e seria bom encontrar uma revisão urgente dos seus métodos e fundamentos. Estamos futuramente remetidos não à economia e finanças, mas à teoria, às doutrinas, à filosofia.

Para os que a quiserem menosprezar, ela surge-nos como a ciência a quem teremos de recorrer, para de novo encontrarmos quem nos ilumine o nosso caminho!

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)