Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Os estados do Estado

As irregularidades nas secretas trouxeram a maçonaria para as primeiras páginas. E, com ela, a pergunta: devem os maçons sair do armário e mostrar o avental?

João Pereira Coutinho 7 de Janeiro de 2012 às 01:00

A resposta é óbvia: depende. Se o avental é usado em privado e sem colidir com interesses públicos, cada um sabe de si e o Grande Arquitecto sabe de todos.

Coisa diferente é usar o avental em público, onde as regras e as lealdades do clube podem suplantar o bem geral do país. Como é possível a um deputado maçon legislar quando estão em causa os interesses de um confrade? E de que forma um ministro deve tratar dos assuntos que envolvem um irmão da mesma loja?

Exceptuando o lado estético, não é crime usar avental. Crime é cozinhar com ele todo o tipo de tráfico de influências, transformando as lojas maçónicas em pequenos estados dentro do Estado, sem limite ou controlo. A transparência, nestes casos, não devia ser uma questão de ‘consciência'. Mas de legalidade pura e simples.

Ver comentários