Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

Os riscos da má nota

É verdade que as mais importantes casas de rating que agora lançam alertas sobre Portugal falharam na crise económica internacional. Mas as empresas de avaliação de risco de crédito ainda têm poder nos mercados financeiros e são elas que ditam os prémios de juros a pagar por quem precisa de empréstimos.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 17 de Janeiro de 2010 às 00:30

E uma má nota de qualquer uma destas casas ainda é um anátema sobre o emitente de dívida, quer seja sobre um Estado ou uma empresa. Portugal é um país de boas contas nos mercados financeiros internacionais, mas os últimos relatórios mostram preocupação quanto ao futuro. Não vale a pena insultar as empresas de rating, porque o problema é nosso. Se Teixeira dos Santos não convencer os mercados, o resultado será catastrófico. O dinheiro com destino a Portugal ficará mais caro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)