Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
29 de Junho de 2004 às 00:00
Não tive dúvidas em responder: do penálti marcado pelo Postiga. No entanto, no momento, partiu-se-me a alma. O imbecil! No momento, lembrei-me lá de que aquilo era a reposição de um clássico. Que também um tal Panenka, há muitos anos, mandou a bola para o centro e devagarinho, confiando que o guarda-redes mergulhasse para um dos lados, porque os guarda-redes mergulham sempre para um dos lados… No momento, do que me lembrei é que o James ia refazer o mergulho, assoar-se, acenar à namorada na bancada, apertar as botas e agarrar a bola de Postiga, tão lentamente ela ia…
Se isso tivesse acontecido, eu não era um velho combatente. Era um homem amargo.
Mas não sou, sou um fanático da soberba de miúdos como o Postiga. Postiga, o para mais tarde recordar. Os franceses têm um nome melhor para essa soberba: ‘panache’. É uma palavra como saudade, só se traduz com longas explicações. Pega-se num Portugal-Inglaterra, absolutamente decisivo…
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)