Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
14 de Fevereiro de 2009 às 00:30

Hoje olha-se à volta e o credo vem à boca: o CDS não cresce, o PSD não existe como alternativa, o PS só saberá no que  se tornou quando este governo terminar. O país olha mais à esquerda trinta anos depois, mas o PCP e o BE, que se não fizeram para andar juntos, chegam com esforço aos 20%. Mesmo assim um fenómeno único na Europa, com a excepção do Chipre.

Ora o BE realizou o congresso que o prepara para o ano eleitoral em curso, e o BE é uma organização eleitoralista. Até aqui estonteou-se com as campanhas que promoveu. Agora passa de partido de causas a partido com vontade governamental. Mas tal não chega para salvar o regime.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)