Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco J. Gonçalves

Pedofilia na Igreja

Uma investigação à pedofilia na Igreja holandesa revelou milhares de abusos sexuais de menores em instituições católicas desde 1945. As conclusões surgem no relatório da comissão independente nomeada pelo colégio episcopal da Holanda e liderada por um protestante.

Francisco J. Gonçalves 21 de Dezembro de 2011 às 01:00

Em si mesma, a notícia é mais uma no triste rol de outras sobre abusos por parte de sacerdotes na Bélgica, Irlanda, EUA, Alemanha, Itália, Áustria, Suíça, Malta e Espanha. Com tantos casos, há risco de saturação, e também de sobreavaliação. É que, como frisou a comissão holandesa, os abusos sexuais "não são mais comuns nas instituições da Igreja do que em quaisquer outras".

No entanto, parecem--nos mais chocantes. Por vivermos em sociedades laicas, nas quais a Igreja está sob suspeita? Sim. Mas o nosso choque tem razão mais válida, sublinhada pela comissão: a tendência da Igreja para ocultar os abusos a fim de preservar a reputação. Só que a protecção dos pedófilos agravou os crimes. Daí que a investigação dos casos feita agora, após o fracasso do encobrimento, se preste a interpretações menos lisonjeiras. Pode, na verdade, ser vista como algo com o mesmo propósito: salvar a face da instituição.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)