Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
26 de Maio de 2011 às 00:30

São os pequenos partidos, os tais que reclamam tempos de antena, debates e tudo o que acham que têm direito. O eleitorado não lhes liga nenhuma, os resultados são paupérrimos, mas ainda sonham ser um dia como o falecido Partido Renovador de Ramalho Eanes que, em 1985, deu cabo do PS com os seus 18% nas legislativas e acabou por morrer pouco tempo depois sem honra nem glória. Em 2009 concorreram dez.

Tiveram apenas 3% dos votos. Agora, concorrem onze com uma novidade: o Partido pelos Animais e pela Natureza. E tal como em 2009, todas as sondagens lhes dão um valor residual. Acontece que nesta segunda divisão partidária, há uma organização que fica sempre em primeiro lugar. É o velho e heróico MRPP, que em 2009 obteve 0,93%.

PARTIDO DOS ANIMAIS: CALDEIRADA À FRAGATEIRA

Vem mesmo a propósito. Com a caldeirada política que por aí vai, nada melhor do que comer a verdadeira caldeirada à fragateira. É simples: três quilos de peixe variado, como tainha, cachucho, safio, pargo, lagostins, mexilhões, amêijoas com casca e lulas, cebolas, alho, tomates, coentros, salsa, louro, azeite, vinho branco, o tal que Catroga quer aumentar, sal, pimenta, limão, pão frito e água. Da torneira, claro.

OS MARKETEIROS: AS MALDITAS SONDAGENS

A SIC divulgou ontem a sua segunda sondagem. As variações são mínimas. PSD e PS estão agora separados por 1,7%. E isto porque BE e CDU subiram 0,6 %, o mesmo valor do crescimento do PSD, o PS caiu 0,6 % e o CDS 0,5 %. Confuso? Imagine-se agora a trabalheira dos marketeiros partidários.

A PALAVRA: MEDO

De vez em quando vem à baila nesta campanha eleitoral. É o medo. Ontem foi Passos Coelho quem a utilizou para dizer mal do PS. Parece que os socialistas andam por aí a dizer que o PSD vai obrigar a pagar a saúde no SNS, a escola pública e pretende plafonar as pensões de reforma. Parece e é verdade. É o que o líder do PSD defende e vai em linha com a promessa de Catroga: "O programa do PSD vai ser muito mais radical do que o da troika."

A FUGA: DÊ UM SALTINHO A BRUXELAS

 Depois da Irlanda, Grécia e Portugal, os mercados já começaram a ameaçar a Bélgica e a Itália. Para não falar da Espanha, claro. É por isso que vale a pena dar um saltinho a Bruxelas antes que chegue lá a troika. E, já agora, descubra nos jornais locais se a culpa da crise belga é do tuga Sócrates. Se calhar é. Bom voo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)