Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
11 de Julho de 2010 às 18:00

ACTUAL

A QUEM CUSTA PERDER A FÁTIMA?

Para além da entidade colectiva SIC, a saída de Fátima Lopes tem custos pesados para três pessoas da estação de Carnaxide que ocupam outras tantas funções decisivas: Nuno Santos, Luís Marques e Francisco Pinto Balsemão. O director de programas será sempre o ‘elo mais fraco’ desta cadeia, e acredito quem tentou com mais afinco manter a sua estrela. A saída de Fátima Lopes marcará negativamente a sua passagem pela SIC e isso é muito injusto. O director-geral terá servido como filtro que se revelou mais fraco do que a cara principal da estação que esteve no ar quase todos os dias durante 12 anos desde o programa ‘Fátima Lopes’.

O presidente do conselho de administração vê assim fugir para a concorrência quem sempre deu audiências à SIC, cresceu com a estação e aproximou como ninguém os telespectadores do canal. Nenhum dos três gostou do desfecho da situação e todos tiveram de ceder ao poder de Fátima Lopes. É inevitável que muito do seu público a acompanhe para a TVI do mesmo modo que é inevitável que a SIC fique muito fragilizada com esta saída.

Fátima Lopes vai para uma estação concorrente onde a principal aposta está na ficção, uma estação cada vez mais líder, onde terá os seus projectos e uma progressão de carreira que a SIC actual não lhe pode dar. Fazendo uma analogia admissível com o futebol, Fátima Lopes foi o João Moutinho da SIC, um símbolo vivo da estação que ‘marcava golos’, ‘formada em casa’, que ‘suou a camisola’ e ‘alegrava a massa associativa’. A diferença é que se algum ‘chefe’ da SIC a chamar de ‘maçã podre’ não estará a dizer a verdade! (eu não sei se o João Moutinho era a ‘maçã podre’ do Sporting, mas espero que não!)

MEMÓRIA

FÁTIMA LOPES VALE AUDIÊNCIAS

O ‘Vida Nova’ foi um percalço na carreira de Fátima Lopes. Imediatamente antes apresentou durante sete anos consecutivos as manhãs da SIC. Durante seis desses sete anos liderou o horário entre 2002 e 2008. Só esse facto é um feito impressionante. Para quem tem, ou possa desenvolver, memória curta, Fátima Lopes sai da SIC como a maior e mais importante figura do entretenimento da estação. Fica na história da SIC pelos melhores motivos, e merece-o!

TENDÊNCIA

11 DE JULHO DE 2011

O programa apresentado por Fátima Lopes na TVI terá muito mais audiência do que na SIC! Haverá uma grande promoção do mesmo nos media e na antena da TVI. O ‘Jornal Nacional’ fará várias entrevistas com ela.

Fátima Lopes fará aparições numa ou noutra novela de prime-time, escreverá um novo livro e fará novos contratos de publicidade – só boas notícias para ela.

Ver comentários