Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Eduardo Dâmaso

Planeta Ronaldo

Em tempos de crise económica e de incerteza quanto às boas soluções para sair dela, um dos dois melhores produtos portugueses afirma hoje o seu sucesso planetário. Cristiano Ronaldo é apresentado aos muitos milhares de adeptos do Real Madrid, concretizando-se o maior negócio de sempre em torno de um jogador de futebol.

Eduardo Dâmaso(eduardodamaso@sabado.cofina.pt) 6 de Julho de 2009 às 00:30

Mourinho segue-lhe as pisadas e afirma-se cada vez mais como o melhor e mais bem pago treinador do Mundo. Um e outro construíram universos próprios de dinheiro, imagem, negócio, competência, liderança, ousadia e de tantos outros adjectivos que se lhes poderia aplicar. São ícones positivos e fashion da globalização.

Curiosamente, quase nenhum dos adjectivos que exprimem poder, futuro, optimismo se aplica nas conversas de hoje sobre a ideia de Portugal. Nenhuma dessas palavras cabe nos nossos planos e sonhos sobre o futuro colectivo. As discussões que por aí andam são acabrunhadas, pobrezinhas e deprimidas sobre a ideia de ‘Portugal enquanto problema’ e não ‘Portugal enquanto futuro’. Ronaldo e Mourinho são por isso uma espécie de planetas autónomos no nosso mundo, que gostaríamos de ver multiplicados aos milhares, em pessoas e empresas. São também a prova de que o animal feroz que há dentro de cada um de nós é sempre mais forte do que o português suave...

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)