Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Por favor, não se ria

É um retrato do país: ver Assunção Esteves confessar a sua impotência para que os partidos aprovem uma nova lei sobre a limitação dos mandatos autárquicos. A coisa fica como está: uma sopa turva e ambígua que, bem vistas as coisas, serve os interesses das diferentes confrarias.

João Pereira Coutinho 2 de Março de 2013 às 01:00

Para a oposição, a chicana judicial é sempre mais eficaz do que a mera dignidade legislativa. E, para o PSD e para o CDS, talvez não seja boa ideia assumir com todas as letras que os dinossauros, afinal, não são para extinguir.

O ideal, aliás, seria que a produção legislativa, daqui para a frente, fosse sempre assegurada por um colectivo de juízes. Os deputados, quando muito, seriam apenas figurantes para debates parlamentares, comissões de inquérito e outros inócuos números de circo.

Da próxima vez que o leitor ouvir protestos indignados contra a ‘judicialização’ da vida política, por favor, não se ria.

(Texto escrito com a antiga grafia)

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)