Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
17 de Outubro de 2011 às 01:00

Vamos aos números: Açores – 55 milhões €; Madeira – 13 milhões €; Leixões – 50 milhões €; Lisboa tem em curso investimentos de 90 milhões de euros. Para Portimão restaram as migalhas: 1,7 milhões. E o mais paradoxal da coisa é que, dos portos referidos, o que mais cresceu em número de passageiros e de escalas foi o que menos investimento recebeu – o porto de Portimão, de 2007 a 2011, cresceu 700%. E como se isso não bastasse, fala-se da extinção do IPTM e da possibilidade de os portos do Algarve passarem para a Administração de Sines. Não será tempo de bater o pé e exigir que o poder de decisão fique na região, através de uma administração autónoma e com capacidade de investimento?

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)